Beth Carvalho de pé no chão 1978, RCA Victor

Após um início nos estertores da Bossa Nova como crooner do grupo do pianista Antônio Adolfo e porta-estandarte da efêmera “toada moderna” (“Andança”) no final dos anos 1960, Beth Carvalho desguiou para o samba básico. Teve que recomeçar numa pequena gravadora, na qual estourou “1800 Colinas” (1974) e acabou recontratada pelas multis.

Mas não posou de diva. – De pé no chão – , como diz o título, engajou-se na renovação do samba e, neste disco, tem seu primeiro encontro com o emergente pagode do núcleo do Cacique de Ramos. Um dos líderes do pedaço, Jorge Aragão, entra com o violão (ao lado de Manoel da Conceição, o Mão de Vaca, e Dino 7 cordas) e um imediato sucesso, “Vou Festejar” (com Neoci Dias e Dida).

Embora o repertório dê preferência a autores do samba clássico, como Cartola (“Que Sejam Bem-Vindos”), Nelson Sargento (“Agoniza Mas Não Morre”), Nélson Cavaquinho e Guilherme de Brito (“Meu Caminho”), Monarco (“Linda Borboleta”, com Paulo da Portela), não faltam partidos-alto.

Em “Você, Eu e a Orgia” (Candeia e Martinho da Vila), “Goiabada Cascão” (Wilson Moreira e Nei Lopes), no sarcástico “Visual” (de Neném e Pintado, dos Canarinhos de Laranjeiras), “Ô Isaura” (de Rubens da Mangueira, com um toque rural do acordeom de Chiquinho) e “Marcando Bobeira” (João Quadrado, Dão e Beto Sem Braço, parceiro de Zeca Pagodinho), a cozinha do Cacique (Bira Presidente, Ubirany, Neoci, Mauro e Hélio Careca) come solta. O pagode irrompia nos fundos de quintal. E Beth tinha um novo estandarte.

Tárik de Souza

Beth Carvalho - de pé no chão - 1978

Lado A

  1. VOU FESTEJAR
    Jorge Aragão/Dida/Neoci
  2. VISUAL
    Nenêm/Pintado
  3. Ô ISAURA
    Rubens da Mangueira
  4. MARCANDO BOBEIRA
    João Quadrado/Beto Sem Braço/Dão
  5. MEU CAMINHO
    Nélson Cavaquinho/Guilherme de Brito
  6. GOIABADA-CASCÃO
    Wilson Moreira/Nei Lopes

Lado B

  1. VOCÊ, EU E A ORGIA
    Candeia/Martinho da Vila
  2. LENÇO
    Monarco/Francisco Santana
  3. PASSARINHO
    Chatim
  4. LINDA BORBOLETA
    Monarco/Paulo da Portela
  5. QUE SEJAM BEM-VINDOS
    Cartola
  6. AGONIZA MAS NÃO MORRE
    Nelson Sargento

RCA Victor 103.0280, LP

Violão: Horondino Silva (Dino), Manoel da Conceição (Mão de Vaca) e Jorge Aragão
Cavaco: Mané do Cavaco, Neco e Rodrigo
Baixo: Luizão
Acordeon: Chiquinho
Flauta: Copinha
Bateria: Pavão e Wilson das Neves
Pessoal da Cozinha:
(Do Bloco Cacique de Ramos)
Bira “Presidente”, Ubirany, Neoci, Mauro e Hélio Careca
E mais:
Luna, Eliseu, Pesão, Serginho, Ovídio, Juca e Everaldo Ferreira
Ambientação: Alcir “Capita” (do Vasco), Genaro, Dida, Barbosa, Caixão, Amaral 78, Clarinha, Beth Carvalho, Elízia, Esdras “Alquenforas”, Rildo Hora e pessoal do Cacique de Ramos
Côro: Zezé, Marly, Jilçara, Cheila, Oneida, Zélia, Marlene, Fátima, Dona Eunice, Doca da Portela e Denair (Naná)
Genaro, Barbosa, Cosme, Arlindo, Neoci, Ubirany, Jorge Aragão, Nadinho da Ilha e Joab (Chefe)
Cordas: Aizik Geller
Apalla: Giancarlo Pareschi

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *