Clara – Nação – 1982

A cantora Clara Nunes, mineira de Paraopeba, celebrizou-se na história da música brasileira como intérprete de gêneros populares, sobretudo, o samba, e construiu uma imagem de forte relação com as religiões afro-brasileiras, representada, entre outros aspectos, pela presença em seu repertório de músicas com esta temática e por uma indumentária que remetia àquelas tradições: roupas brancas rendadas, uso de guias religiosas e freqüentes apresentações descalças.

Em “Nação” (seu último álbum lançado), Clara adota uma inteligente linha de trabalho. Mesmo navegando com maior frequência pelo samba carioca, que a consagrou como uma das grandes vendedoras de discos do país no meio dos anos 70, ela sempre consegue fugir a rotina: dona de uma voz cristalina e versátil empenha-se em fazer uma espécie de mapeamento da música brasileira, visitando gêneros diversos e evitando o fantasma da repetição.

Clara Nunes no desfile da Portela 1983
Clara Nunes no desfile da Portela 1983

Clara Nunes não abandonou essa trilha mas decidiu promover uma homenagem às raízes negras da música brasileira. Gravou lado a lado um ijexá (Ijexá, ritmo dos blocos afoxé do carnaval da Bahia em Ijexá, o samba exaltação Serrinha, e um samba de roda, em Vapor de São Francisco, que ganhou um singular arranjo sincopado. Escolheu letras que registram e festejam a negritude brasileira e moldou na voz uma entonação de reverência para pedir a benção de Mãe África.

A Proposta de Nação é corajosa. Trata-se da arma escolhida por Clara Nunes para fazer frente à pior crise de comercialização vivida pelo samba desde que saiu do folclore para as paradas de sucessos, em meados dos anos 70.

OKKY DE SOUZA

Clara - Nação - 1982

LADO A

  1. NAÇÃO
    João Bosco – Aldir Blanc – Paulo Emílio
  2. MENINO VELHO
    Romildo – Toninho
  3. IJEXÁ
    Edil Pacheco
  4. VAPOR DE SÃO FRANCISCO
    Romildo – Toninho Nascimento
  5. NOVO AMOR
    Chico Buarque de Hollanda

LADO B

  1. SERRINHA
    Mauro Duarte – Paulo Cesar Pinheiro
  2. AFOXÉ PRA LOGUN
    Nei Lopes
  3. CINTO CRUZADO
    Guinga – Paulo Cesar Pinheiro
  4. MÃE ÁFRICA
    Sivuca – Paulo Cesar Pinheiro
  5. AMOR PERFEITO
    Ivor Lancellotti – Paulo Cesar Pinheiro

Odeon – 31C 062 421236, LP

Produtor Fonográfico: EMI-ODEON, Fonográfica Industrial e Eletrônica Ltda.
Direção de Produção: Renato Corréa
Produção Executiva: Paulo Cesar Pinheiro
Orquestraçóes e Regências. Dori Caymmi/Geraldo Vespar/Nelsinho/Sivuca
Técnico de Gravação: Nivaldo Duarte
Técnico de Remixagem: Nivaldo Duarte
Corte: Osmar Furtado
Capa: Elifas Andreato
Foto Encarte: Alexandre Sardá
Arte Final: Alexandre Huzac
Coordenação Gráfica: Tadeu Valério
Revisão Gráfica: Hagnéa Mazetto

MÚSICOS

DINO – Violão 7 Cordas
ALCEU – Cavaco / CARLINHOS – Cavaco
LUIZÃO – Baixo
WILSON DAS NEVES – Bateria
GORDINHO – Ritmo / MARÇAL – Ritmo / LUNA – Ritmo / ELIZEU – Ritmo / CABELINHO – Ritmo / JORGINHO – Ritmo / DOUTOR – Ritmo
SIVUCA – Acordeon
ZÉ MENEZES – Viola
RAFAEL – Violão
JACKSON DO PANDEIRO – Ritmo / GERALDO GOMES – Ritmo / JOÃO GOMES – Ritmo / MELQUIADES – Ritmo
JOÃO BOSCO – Violão / HELINHO DELMIRO – Violão / DORI CAYMMI – Violão
PARESCHI (SCALA) – Violino / VIDAL – Violino / DALTRO – Violino / FRANCISCO PERROTTA – Violino / AIZIK – Violino / PASCHOAL – Violino / WALTER HACK – Violino / CARLOS EDUARDO – Violino / JOSÉ LANA – Violino / FAINI – Violino / ARNAUD – Violino / BAILON – Violino / PENTEADO – Viola / STEPHANY – Viola / MACEDO – Viola / HIDEMBURGO – Viola
ALCEU – Cello / JURA – Cello / ATELISA – Cello / ZAMITH – Cello
CELSO – Flauta
EDIL PACHECO – Violão
CRISTÓVÃO – Piano
DINORAH – Coro / ZENILDA – Coro / EUR1DICE – Coro / FRANCINETE – Coro / GENARO – Coro / BARBOSA – Coro / CARLINHOS – Coro / GORDINHO – Coro / STENIO – Coro
HERALDO – Trumpete / BARRETO – Trumpete / NILTINHO – Trumpete / JESSÉ – Trombone / SYLVIO – Trombone
GERALDINHO VESPAR – Violão
ALFREDO BESSA – Vocal

Participação Especial Lado A – Faixa 1 (Nação) João Bosco artista gentilmente cedido pela Ariola
Lado B – Faixa 1 (Serrinha) Coral das Docas do Rio de Janeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *