Deus. Deus. Deus. Deus
Que ele me ilumine e ilumine os companheiros meus
Trazendo a força, a magia e a fé
Muito além da minha consciência.
Imagine se dar condições ao trabalhador:
Ordenado era pouco
E fundiu a cabeça do chefe de familia.
É melhor refletir pra tentar conservar
Sem condenar, sem destruir
Duas almas quase irmas…
Você é carinho, eu sou a paixão
Andam dizendo que é amor.
Blusões. botões. pimentões…
Um resultado das coisas que mamãe me ensinou.
Leci Brandão
contracapa

PS. Mamãe também me ensinou a ser grata.
No elepê anterior, “Um beijo no seu coração” conquistei meu primeiro Disco de Ouro.
Obrigado a vocês por essa alegria e um beijinho especial para o Alceu Maia.

LP LECI BRANDÃO AS COISAS QUE MAMÃE ME ENSINOU | 1989, Copacabana

Lado A

AS COISAS QUE MAMÃE ME ENSINOU**
(Leci Brandão-Zé Mauricio)
IGUAIZINHOS, NÃO**
(Cláudio Jorge-Nei Lopes)
DEUS DO FOGO DA JUSTIÇA**
(Brown)
AS FAMÍLIAS*
(Leci Brandão)
FOI BOM TE CONHECER*
(Claudia Telles)
JEITO DE APAIXONADO*
(Leci Brandão-Zé Mauricio)

Lado B

YÁFRICA**
(Osmarosman-Hélio Makumba)
PIMENTÕES RECHEADOS*
(Leci Brandão)

É MELHOR REFLETIR**
(Paulo Onça-Royce do Cavaco)
SONHO DO TRABALHADOR*
(Roberto Serrão-Guilherrne Nascimento)
UM POETA AMIGO MEU*
(Jorge Benjor)
SAUDAÇÃO A OXUM
(D.P.-Adaptação de Leci Brandão)


Copacabana – 612.998, LP

Produtor Fonográfico — SOM INDÚSTRIA E COMERCIO S.A.
Direção Artística — Juvenal de Oliveira
Direção de Produção — Talmo Scanari
Produção Executiva — Alceu Maia
Arranjos — Ivan Paulo*/Alceu Maia**/Conjunto 747*/Rafaael Rabello**
Técnico de Gravação e Mixagem — Wanderley Loureiro
Assistentes de Estúdio — Fernando/Edson/Jadir/Edilson
Técnico de Montagem – Leandro Grandi
Gravado nos Estúdios — Transamérica • RJ
Fotos — Michele de Gregório
Figurinos — Laerte Raphael
Maquiagem — Vera Lúcia Batista
Lay Out e Arte — Oswaldo Asc. Ferreira

Publicado por Marcelo Oliveira

Sou carioca, mangueirense, botafoguense e apaixonado por samba. Meu objetivo com o blog sambaderaiz é divulgar o SAMBA, compartilhando meu acervo fonográfico. Que o blog seja um espaço de “Resistência Cultural” e em “Defesa da Tradição do Samba”. Forte abraço. marcelo@sambaderaiz.org

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × dois =