Leci Brandão (1985)

Leci Brandão 1985

Leci Cristina Brandão da Silva, ou simplesmente Leci Brandão, trago em foco no dia de hoje, com a publicação de seu elepê lançado em 1985, pelo selo Copacabana.


Sobre o repertório, algumas considerações. O álbum se incia com o “clássico” “Papai vadiou” de Rody do Jacarezinho e Gaspar do Jacarezinho: “Mas papai vadiou, mamãe gostou. Papai vadiou, mamãe gostou. Por isso eu aqui estou” [ ouça ♫ ]. “Gracias a la vida” da compositora chilena Violeta Parra, uma adaptação de Martinho da Vila, ganha tradução pelo timbre brasileiro de Leci Brandão [ ouça ♫ ]. “Zé do caroço” [ ouça ♫ ] conta a trajetória imaginada de um cidadão comum, potencialmente líder em sua comunidade: “No serviço de alto-falante, no morro do Pau da Bandeira. Quem avisa é o Zé do caroço, amanhã vai fazer alvoroço, alertando a favela inteira”. Esse talvez seja o samba mais conhecido de Leci Brandão.

Leci passa a acreditar mesmo nos orixás e no Candomblé, quando fica aproximadamente cinco anos sem gravar. Nesse período, diz que Seu Rei das Ervas falou para ela que a situação profissional e financeira ia melhorar. Primeiro, ela iria sair do país e depois iria gravar novamente. Apesar de ter saído da conversa com Seu Rei duvidando que isso realmente aconteceria, a verdade é que a vida lhe reservava mesmo tais acontecimentos. Em 1984, Leci foi para Angola e, em 1985, lançou este LP na gravadora Copacabana. Gravou então, uma saudação para Seu Rei: “Saudação ao Rei das Ervas” [ ouça ♫ ].

Considerado por muitos, o melhor elepê lançado por Leci Brandão, é o que trago neste post. Leci Brandão 1985.

— Foi uma homenagem. Aí ele me falou: você fez essa homenagem, vou te orientar que no próximo disco você faça para Iansã, que é a santa que rege sua parte musical (…). Em seguida foi para Ogum, que é o dono da minha cabeça, ele que me move a ser essa pessoa de liderança que briga por tudo, discute por tudo, sempre em prol de outras pessoas, foi aí que ganhei meu disco de ouro que é “Um beijo no seu coração”.

Outro clássico presente neste disco é “Isso é fundo de quintal” de Leci em parceria com Zé Maurício [ ouça ♫ ]. A canção é iniciada com um questionamento sobre o que está acontecendo “O que é isso meu amor, venha me dizer”, ao que é respondido “Isso é fundo de quintal, é pagode pra valer”. Fundo de quintal pode ser pensado com um significado ambíguo. Inicialmente, pode ser entendido como o espaço em que o pagode — não entendido como um outro tipo de samba, mas sim como um espaço de festividade — está sendo feito, isto é, no fundo de quintal de alguém, da casa de alguém, como muitas festividades ligadas ao samba se organizam, mas também pode ser pensado como referência ao grupo de samba Fundo de Quintal, que vai se desenhando talvez como a interpretação mais acertada.

Com “Deixa, deixa” de Leci [ ouça ♫ ], a autora aparentemente estabelece um diálogo naquela situação com os jovens — fui levada a pensar nisso porque nessa canção tematiza-se as liberdades sugeridas a um jovem ou a necessidade de se deixar que ele faça “tudo que ele quiser” em detrimento a se enveredar por “caminhos errados” na vida. O repertório tem até um forró com “Entra no forró” de Rody do Jacarezinho [ ouça ♫ ] .

A seguir, texto da contracapa assinado pela própria Leci:

Sem nada prometer, Carlos Moutinho deu o chute inicial da partida e passou a bola para Luiz Mocarzel, o durão de bom coração. A competência e simpatia de Alceu Maia serviram de exemplo para comissão técnica formada por Ivan Paulo e Zé Maurício. Com sensibilidade o presidente Adiel assinou o cotratro datilografado pela Maria. A cobertura fotográfica foi do irmão Januário Gracia. O placar eletrônico foi comandado pelo gato Raphael e seu auxiliar Geraldo. Mãe Lecy cuidou do empadão e fez as preces. Na torcida organizada, estiveram vestindo a camisa todos os músicos e compositores que participaram deste disco e principalmente você que durante os últimos cinco anos não permitiu que eu encerrasse a carreira.

Valeu esperar. Afinal estamos marcando juntos mais dois pontos para a nossa Música Popular Brasileira.

Um beijo grato em cada coração.

Leci Brandão
agosto/85


Leci Brandão

Leci Brandão 1985, Copacabana (COLP-12.871)
DISCO É CULTURA

Leci Brandão 1985

REPERTÓRIO / MÚSICOS

Lado A

Papai vadiou (Rody do Jacarezinho e Gaspar do Jacarezinho)
Arr.: Alceu Maia, Bateria: Wilson das Neves, Baixo: Luisão, Violão: Manoel da Conceição, Cavaq.: Mané do Cavaco, Reco-reco: Beijoca, Pandeiro: Paulinho da Aba, Tumbadoras: Geraldo Bongô, Surdo: Gordinho, Cavaq.Solo: Alceu Maia. [ ouça ♫ ]

Isso é fundo de quintal (Leci Brandão e Zé Maurício)
Arr.: Ivan Paulo, Bateria: Wilson das Neves, Cavaq.: Sombrinha, Banjo: Arlindo Cruz, Tan tan: Sereno, Repique: Ubirany, Violão: Cleber, Pandeiro: Bira, Surdo: Gordinho, Xique xique: Pesão, Reco-reco: baiano. [ ouça ♫ ]

Tá quase odara (Martinho da Vila e Zé Catimba)
Arr.: Alceu Maia, Bateria: Wilson das Neves, Baixo: Luisão, Violão: Manoel da Conceição, Cavaq.: Mané do Cavaco, Reco-reco: Beijoca, Pandeiro: Paulinho da Aba, Tumbadoras: Geraldo Bongô, Surdo: Gordinho, Cuíca: Ovídio, Teclados: Paulo Esteves, Cavaq.Solo: Alceu Maia. [ ouça ♫ ]

Zé do caroço (Leci Brandão)
Arr.: Zé Mauricio, Bateria: Carlinhos Gordo, Baixo: Jorjáo, Piano: Clarice Kamliot, Surdo: Baiano, Tumbadoras: Geraldo Bongô, Guitarra: Paulinho Cavalcante, Pandeiro: Paulinho da Aba, Cuíca: Ovídio, Tamborins: Luna/MarçaI/Eliseu, Cavaquinho: Alceu Maia, Tantan: Beloba, Reco-reco: Gordinho. [ ouça ♫ ]

Belém, meu bem (Leci Brandão)
Arr.: Alceu Maia, Bateria: Wilson das Neves, Baixo: Jorjão, Violão: Manoel da Conceição, Cavaq.: Mané do Cavaco, Tumbadoras: Geraldo Bongô, Surdo: Gordinho, Reco-reco: Beijoca, Pandeiro: Paulinho da Aba, Agogô: Gordinho, Guitarra/Cavaquinho: Alceu Maia. [ ouça ♫ ]

Quero eu (Benito Di Paula e Márcio Brandão)
Arr.: Ivan Paulo, Piano: Antonio Adolfo, Baixo: Jamil Joanes, Bateria/Timbales: Téo Lima, Acordeon: Sivuca, Surdo/Cowbell/Queixada: Gordinho, Tumbadoras: Geraldo Bongo, Violáo/Guitarra Sintetizadora: Evaldo. [ ouça ♫ ]

Lado B

Agradeço a vida (Violeta Parra/Versão: Martinho da Vila)
Arr.: Ivan Paulo, Bateria: Téo Lima, Baixo: Arthur Maia, Violão: Evaldo, Piano: Antonio Adolfo, Surdo: Baiano, Guit. Sintetizadora: Evaldo, Tamborim: Gordinho, Xique xique/Pandeiro: Pezão. [ ouça ♫ ]

Deixa, deixa (Leci Brandão)
Arr.: Zé Mauricio, Bateria: Carlinhos Gordo, Baixo: Jamil Joanes, Piano: Clarice Karnliot, Surdo: Baiano, Tumbadoras: Geraldo Bongô, Guitarra: Paulinho Cavalcante, Pandeiro: Paulinho da Aba, Teclado: Paulo Esteves, Tantan: Beloba, Cowbell: Gordinho. [ ouça ♫ ]

Entra no forró (Rody do Jacarezinho)
Arr.: Alceu Maia, Bateria: Téo Lima, Cavaq.: Alceu Maia, Baixo: Jamil Joanes, Guitarra: Evaldo, Piano: Antonio Adolfo, Acordeon: Sivuca, Surdo: Gordinho, Xique xique: Geraldo Bongo, Triângulo: Dom Bill, Agogô: Gordinho. [ ouça ♫ ]

Maria de um só João (Arlindo Cruz e Franco)
Arr.: Ivan Paulo, Violão: Cleber, Violão 7: Sombrinha, Cavaq.: Sombrinha, Banjo: Arlindo Cruz, Cavaq.solo: Alceu Maia, Bateria: Wilson das Neves, Tantan: Sereno, Repique de mão: Ubirany, Pandeiro: Bira, Côro: Arlindo Cruz/Cleber/Sombrinha/Bira/Ubirany/Leci Brandão. [ ouça ♫ ]

Quebra queixo (Zé Maurício)
Arr.: Ivan Paulo, Bateria: Téo Lima, Baixo: Zé Mauricio, Violão: Evaldo, Piano Fender: Antonio Adolfo, Acordeon: Sivuca, Triângulo: Pesão, Queixada: Gordinho. [ ouça ♫ ]

Assumido (Leci Brandão)
Arr.: Ivan Paulo, Bateria: Téo Lima, Baixo: Arthur Maia, Piano: Antonio Adolfo, Surdo: Baiano, Violão: Evaldo, Tamborim: Gordinho. [ ouça ♫ ]

Saudação ao Rei das Ervas (adaptação: Leci Brandão). [ ouça ♫ ]


FICHA TÉCNICA — Dir.Produção: Alceu Maia, Arr.: Ivan Paulo/Alceu Maia/Zé Maurício, Téc.Gravação e Mixagem: Rafael Azulay, Téc.Corte: Silvia Regina. Gravado nos Estúdios EMI Odeon – Rio de Janeiro – Julho de 1.985, Foto: Januário, Arte: Grafix.

Considerações finais

Espero que você tenha gostado desse post com o álbum de Leci Brandão lançado em 1985 pelo selo “Copacabana”. Se assim for, encorajo você a se inscrever na newsletter do blog, abaixo. Ao informar seu email, você receberá todas as novas publicações do blog automaticamente.

Você também pode obter atualizações dos posts mais recentes, agregando o RSS do blog a seu leitor de feeds ou seguindo-me no Twitter. Quer fazer alguma observação sobre o álbum? Deixe-nos saber na área de comentários abaixo 🙂 Para fazer uma BUSCA no blog, clique nesse link. Forte abraço, Marcelo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *