Nego Alvaro Canta Sereno & Moa

Nego Alvaro Canta Sereno e Moa

Nego Alvaro chega ao seu segundo CD, “Nego Alvaro Canta Sereno e Moa”, sob a benção de dois grandes compositores — Sereno, do Fundo de Quintal, e o próprio Moacyr Luz.


Nego conta que o álbum foi um presente e explica:

“O Moacyr Luz me ligou dizendo que precisava conversar comigo. Cheguei lá imaginando que ele ia reclamar que eu andava tocando muito por aí, mas a conversa era outra . Ele disse que como ia fazer 60 anos, queria fazer alguns discos, entre eles um dele mesmo, outro com suas parcerias com Sereno, do Fundo de Quintal , que também é um dos meus ídolos.”

Dois anos atrás, o cantor, compositor e percussionista (originário do repique de mão) havia lançado o seu primeiro registro fonográfico, o bom “Cria do Samba”, com algumas composições suas e regravações, e que teve participação do próprio Moa e do Sereno.

Agora, nesse disco “Nego Alvaro Canta Sereno & Moa” (Biscoito Fino), o sambista se entrega somente ao papel de intérprete. O músico conhece os meandros do samba e pode a partir desse disco consolidar sua carreira já com compromissos frequentes.

Nascido em Bangu, na Zona Oeste do Rio, Nego Alvaro, depois de tocar em várias rodas da cidade, começou a se destacar no Samba do Trabalhador – do qual faz parte até hoje.

Moacyr Luz, que comanda a roda e possui enorme capacidade de pôr em prática suas ideias musicais, tratou de estimulá-lo para um projeto solo. Daí, veio o primeiro trabalho de Nego Alvaro, com a gravação de CD com músicos de excelência do samba.

Agora, surge este segundo álbum, que Moacyr Luz idealizou e produziu, e teve arranjos de Leandro Pereira, Carlinhos Sete Cordas e Thiaguinho da Serrinha.

São sete inéditas e três regravações de autoria de Sereno e Moacyr Luz. Nego Alvaro destaca entre as inéditas do CD a música “Mariazinha”. Segundo ele, fica na linha da música de ritmo latino – e o faz lembrar de sua filha.

A música mais conhecida da dupla Moacyr Luz e Sereno é “Vida da Minha Vida”, gravada por Zeca Pagodinho no seu disco de mesmo nome, de 2010 – esta composição também faz parte do CD de Nego Alvaro. Oficialmente, a música foi lançada em 2008, no disco “Batucando”, de Moacyr Luz, com a própria participação do Zeca.

Outra regravação de Nego Alvaro é “Som Brasil”, que integrou o disco “Só Felicidade” (2014), do Fundo de Quintal, e abre esse novo CD do cantor e compositor. “Amor, o Dono do Meu Caminho” também já foi gravada, mas recebeu nova roupagem – ela foi registrada no CD de 2015 do Samba do Trabalhador. Nego Alvaro conta que essas duas composições ele fez questão de regravar.

“Que Batuque É Esse?” foi a primeira composição lançada de Moa e Sereno, mas não faz parte do CD de Nego Alvaro – ela foi gravada pelo Moacyr Luz no disco “Sem Compromisso” (2007), que Moa fez com o percussionista Armando Marçal.

Senero participou das gravações do disco em sua homenagem na percussão, assim como Ubirany, parceiro do Fundo de Quintal. Ainda na percussão, Jorge Alexandre e Jorge Quininho – Nego Alvaro também tocou percussão em algumas faixas.

Augusto Diniz

Posdcast Aplauso

Nego Alvaro Canta Sereno e Moa
APLAUSO – Câmara dos Deputados

Encontro de gerações do samba, no Aplauso . O jovem Nego Alvaro acaba de lançar um disco cantando parcerias dos veteranos Sereno e Moacyr Luz. O cantor, compositor e percussionista carioca estará no programa para contar os detalhes do segundo CD de carreira dele. Nego Alvaro é cria do Cacique de Ramos e, atualmente, canta e toca no premiado Samba do Trabalhador, concorrida e premiada roda de samba do Rio de Janeiro. Foi Moacyr Luz quem percebeu em Nego Alvaro a voz perfeita para registrar as dez parcerias dele com o compositor Sereno .

Direção e Apresentação – Carmen Delpino Produção – Caio Guedes


Nego Alvaro Canta Sereno & Moa

Nego Alvaro 2018, Biscoito Fino (BRPUI1800217)
Ouça no spotify, youtube ou itunes
DISCO É CULTURA

Som Brasil
Sereno e Moacyr Luz
músicos: Carlinhos 7 Cordas, Sereno, Jorge Alexandre, Quininho, Leandro Pereira, Thiago da Serrinha, Ubirany
[ ouça ♫ ]

êêêê
abre a roda pro cateretê
êêêê
vem buscar no lamaçal
êêêê
a farinha que não vai vender
vai ficar pro mingau do pessoal

Pernambuco me deu maracatu
que é um baque virado feito samba
vem dormente na folha de jambú
pimenteira embolada de arder
a calunga enfeitada de bambu
Benedito chegou pra me benzer oiêiê
vem comigo dançar maracatu
vem pro samba que o pé não vai doer

Mariazinha
Sereno – Moacyr Luz
músicos: Carlinhos 7 Cordas, Leandro Pereira, Moacyr Luz, Thiago da Serrinha
[ ouça ♫ ]

o que é que tem Mariazinha
de fuzué nessa cozinha
que dança é essa prenda minha
maculelê é ladainha

a rumba que eu cantei pra ti
Mariazinha
é brasileira
apura o berimbau, chocalha baianinha
mulher festeira
na barra da saia pele da menina
me dá vertigem na retina
Mariazinha
esse merengue é pra você

Mamãe Sereia
Sereno – Moacyr Luz
músicos: Nego Alvaro, Carlinhos 7 Cordas, Jorge Alexandre, Leandro Pereira, Thiago da Serrinha
[ ouça ♫ ]

mamãe Iemanjá olha essa maré
eu morro de medo de entrar no mar
rainha das águas eu tenho fé
que a vida que eu levo vai melhorar
na vazante lua
eu rezo
pra clarear
é luz divina

é dona das almas dos orixás
dos peixes, das conchas, do abebé
senhora me ensina se ali dá pé
eu morro de medo de me afogar
olha a correnteza
a natureza
ô meu lugar
de Janaína

mamãe sereia cuida da cantoria
vem namorar terra do entardecer
raio de sol, chama do dia-a-dia
conto de areia, enredo pra você
mamãe sou eu, Jesus dos Navegantes
na profundeza és a respiração
a pedra é dura, guardo teu diamante
minha rainha (madrinha) guarda meu coração

Esse Coração É Meu
Sereno – Moacyr Luz
músicos: Nego Alvaro, Jorge Alexandre, Leandro Pereira, Thiago da Serrinha
[ ouça ♫ ]

esse coração é meu
quem tá no chão sou eu
e ninguém pra me ajudar
sou o céu que escureceu
a frase que doeu
a onda sem o mar
estranho lugar
sim, a chama se apagou
passarinho voou
fiquei no ar

demais ouvir uma canção de amor
demais a lágrima me despertou
esse coração no chão é meu
quem vai cuidar sou eu
me ensina por favor
meu amor
se um dia tu voltar
o coração vai estar
onde você deixou

Não Fale em Despedida
Sereno – Moacyr Luz
músicos: Carlinhos 7 Cordas, Sereno, Jorge Alexandre, Quininho, Leandro Pereira, Thiago da Serrinha, Ubirany, coro: Alison, Joana Rychter, Leandro Pereira, Tina
[ ouça ♫ ]

pra que chorar
meu grande amor
o que passou é vida
sem mágoa
sem rancor
não fale em despedida
(pra que…)

o pranto é cicatriz
que só a alma vê
o sofrimento doido, sem saída
não chora meu amor
o que passou, passou
não fale em despedida

a planta que reguei
era de outro jardim
a água que transborda desmedida
a flor despetalou
errei meu grande amor
não fale em despedida

Mamãe Chamou
Sereno – Moacyr Luz
músicos: Nego Alvaro, Carlos Eduardo, Sereno, Jorge Alexandre, Quininho, Leandro Pereira, Thiago da Serrinha, Ubirany, coro: Joana Rychter, Tina
[ ouça ♫ ]

uh, uh, uh, uh, mamãe chamou
uh, uh, uh, uh, já vou já vou

lenha no fogo que acendeu
bota água pro fubá
já clareou vela no breu
lampião pode apagar
fui caminhar, corpo doeu
que dor
folha caiu, mamãe varreu
amor

um pé de vento sacodiu
a roseira no quintal
rosa chorou, cravo sorriu
capoeira no varal
vida que cedo me levou
já vou
me distrai, mamãe chorou
amor

Um Outro Mar
Sereno – Moacyr Luz
músicos: Carlinhos 7 Cordas, Jorge Alexandre, Quininho, Leandro Pereira, Thiago da Serrinha, Ubirany
[ ouça ♫ ]

lá iá lá iá, lá iá lá iá
lá iá lá iá, lá lá lá iá

um dia eu me acostumo com esse entardecer
dois irmãos
parei no Vidigal querendo me perder
no Arvrão
eu vivo mais distante da situação
Cachambi
aqui o sol demora, tudo é escuridão
mas dá pra ver

um outro mar dentro de mim
o por-do-sol
assim, assim

um lado da cidade é fundo de quintal
tem que ouvir
do outro a novidade roda o litoral
um tatuí
eu olho da janela e é um Deus dará geral
folhetim
barulho na favela e nem é Carnaval
e é assim

Zum-Zum Besouro
Sereno – Moacyr Luz
músicos: Carlinhos 7 Cordas, Sereno, Jorge Alexandre, Quininho, Leandro Pereira, Thiago da Serrinha, Ubirany
[ ouça ♫ ]

zum-zum besouro
malandragem já morreu
zum-zum besouro
antes ele do que eu

na minha casa preto velho me benzeu
fumo de rôlo e nunca mais doeu
o marimbondo que cuspi, outro comeu
cobra criada, nem se mexeu
depois com toda crocodilagem
olha a vadiagem
malandragem já morreu

na minha casa, jararaca vem na mão
caranguejeira acorda escorpião
o sapo que eu engoli me disse não
saiu da boca, feito um coração
saltou de banda e fez novidade
se liga em malandragem,
malandragem já morreu

Amor, o Dono do Meu Caminho
Sereno – Moacyr Luz
músicos: Pretinho da Serrinha, Carlinhos 7 Cordas, Sereno, Jorge Alexandre, Leandro Pereira, Thiago da Serrinha, Ubirany
[ ouça ♫ ]

o amor, raio na tempestade
o amor, voô de passarinho
o amor, vício da mocidade
o amor, o dono do meu caminho
o amor, lua na madrugada
o amor, solo de cavaquinho
o amor, juntos pela calçada
o amor, nunca sofrer sozinho

é o coração batendo mais
tudo tão arrebatador
ser o pior dos temporais
a sutileza de uma flor
amor, ai
eu sou, ai
um bem-me-quer que eu sempre quis
eu vou, ai
amor, ai
viver a vida e ser feliz

Vida da Minha Vida
Sereno – Moacyr Luz
músicos: Pretinho da Serrinha, Carlinhos 7 Cordas, Sereno, Quininho, Leandro Pereira, Thiago da Serrinha, Ubirany
[ ouça ♫ ]

vida da minha vida
lua que encandiou
uma canção bonita
feita pro meu amor
vida da minha vida
olha o que me restou
flores na despedida
versos de um amador
vida da minha vida
o vento me derrubou
a alma desprotegida
no peito de um sonhador
vida da minha vida
peço ao meu protetor
se for pra ser vivida
diga pra onde eu vou

ô ô ô ô…

vida da minha vida
se eu fosse sabedor
deixava mais aquecida
a chama que me queimou
vida da minha vida
algo me enfeitiçou
já nem sei mais a medida
é tão avassalador
vida da minha vida
o vento me derrubou
a alma desprotegida
no peito de um sonhador
vida da minha vida
peço ao meu protetor
se for pra ser vivida
diga pra onde eu vou


FICHA TÉCNICA — PROJETO E PRODUÇÃO: Moacyr Luz / DIREÇÃO MUSICAL: Olivia Hime / ARRANJOS: Leandro Pereira / ESTÚDIOS: Cia. dos Técnicos por Willian Luna Jr. / FOTO: Nana Moraes / CAPA: Gê Alves Pinto.

Considerações finais

Espero que você tenha gostado desse post com o álbum de Nego Alvaro, cantando composições de Sereno e Moacyr Luz lançado em 2018 pela Biscoito Fino.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *